Buscar

6 dicas para evitar compras por impulso

Existe uma armadilha capaz de destruir qualquer planejamento familiar: as compras por impulso. Por mais que tentemos organizar os nossos orçamentos, é uma tarefa dificílima resistir a vontade de comprar.

De acordo com o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), a maior parte das compras não planejadas é com supermercado (17%), perfumes e cosméticos (14%) e bares e restaurantes (13%). Se divididas por gênero, peças de vestuário e acessórios lideram entre as mulheres (23%), e produtos eletrônicos são destaque entre os homens (13%).


Para te ajudar a manter o orçamento familiar e não entrar na estatística de 62,2% das famílias brasileiras endividadas, segundo a Agência Brasil, listamos algumas dicas que vão te ajudar a reduzir os gastos com compras impulsivas. Segue abaixo.


1 - Autoconhecimento é importante


Para começar, tente identificar as situações em que você está mais propenso a comprar por impulso. É nos dias em que está se sentindo mais triste? É quando está mais solitário? É quando está com raiva?


É bem mais fácil lidar com a vontade irresistível de levar algo novo – e desnecessário – para casa sabendo quando e por que ela costuma aparecer.


Para evitar cair na tentava, que tal trocar os corredores de shopping, por exemplo, por uma caminhada em lugares abertos como parques ou praia?


2 - Defina as suas prioridades financeiras


Ter transparência e controle nos seus gastos é algo importante. Se você compra por impulso, vale a pena investir um tempo para determinar o que realmente precisa e quais são seus gastos básicos do orçamento doméstico. Portanto esteja atento aos pontos:


  • aluguel;

  • condomínio;

  • contas de luz, internet e telefone;

  • comida;

  • saúde;

  • transporte, entre outros.


É importante incluir na lista tudo aquilo que é fundamental para viver ou que você já se comprometeu a pagar. Desta forma, você consegue identificar os gastos extras e não necessários em sua vida.


3 - Dê preferência a compras à vista


Sempre pague compras a vista e esteja atento aos juros no caso de compras no cartão de crédito. Se precisou parcelar uma compra no cartão, não deixe para quitar a dívida no próximo mês, de acordo com dados do Banco Central, a taxa de juros para quem não quitou ou atrasou o pagamento mínimo da fatura varia entre 28% a 498% ao ano, conforme o banco.


4 - Não se deixe levar por terceiros


É muito natural sentir-se influenciado para realizar compras. Isto é chamado de efeito manada, que é quando a compra por impulso ocorre por incentivo de alguém ou por que a pessoa quer fazer parte de um grupo.


Para evitar esse comportamento, vale a pena identificar os momentos em que isso acontece e não sair para fazer compras com outras pessoas que tenham a mesma compulsão.


6 - Faça uma lista sobre os itens que vai comprar


Listar tudo o que você precisa comprar antes de ir ao supermercado é muito importante. Pois evita que você caia na armadilha de realizar compras não planejadas. Ao conseguir ter o hábito de seguir essa lista, você perceberá que no final do mês terá eliminado muitas pequenas compras por impulso.


Com este novo hábito, fica mais fácil também planjeas compras futuras como presentes de aniversário e natal, evitando comprar em períodos que estariam mais caros.


Como você pode perceber, evitar comprar por impulso é mais fácil do que imagina. É tudo questão de mudar os seus hábitos. O que te impede de começar a poupar? Se for uma dívida antiga, podemos te ajudar com isso. Conhece o Parcelei?


23 visualizações
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

Siga nossas redes sociais

Nosso escritório fica localizado na Av. Marquês

de Olinda, 206, Bairro do Recife - Recife-PE

Tel: +55 (81) 9 8254.5376

 

Copyright © 2018 - 2020